Destaques
Patrocínio
Facebook

Posts Tagged ‘Lula’

Gabriel Mario Rodrigues 1Gabriel Mario Rodrigues
Presidente da ABMES e Secretário Executivo do Fórum das Entidades Representativas do Ensino Superior Particular
***

 “Se você não tem instrumentos de avaliação, não sabe se uma política funcionou ou não, se deve ser continuada, extinta ou ampliada. Eu tenho R$ 100 para gastar. Onde vou gastar? Qual é a prioridade: o Fies, o Pronatec ou o crédito subsidiado?” (Marcos Lisboa, economista)

Os setores da mídia que cobrem educação divulgaram, nestas últimas semanas, diversos temas de forma isolada que, a meu ver, fazem parte do mesmo problema. Estão, de fato, interligados profundamente porque compõem os processos de políticas públicas do país visando ao desenvolvimento de recursos humanos. Entre eles, podem ser citados:

Leia mais »

Avaliar

Luiz Antonio Barreto de Castro
Presidente da Sociedade Brasileira de Biotecnologia e membro titular da Academia Brasileira de Ciências
O Imparcial, publicado em 8 de janeiro de 2015
***

Posso até estar ferindo a Constituição se disser que deveríamos pagar pela universidade brasileira. Não vejo alternativa. Nos Estados Unidos, no século 19, era óbvio o desequilíbrio regional. Por razões geográficas, a desigualdade não era somente entre o Norte e o Sul, mas também entre o Leste e o Oeste. No Brasil, essa disparidade também é óbvia, principalmente entre o Nordeste e o Sudeste. A renda per capita do Nordeste é a metade da do Sudeste.

Os Estados Unidos criaram o sistema Land Grant de Universidades, pelo Morrill Acts enacted by Abraham Lincoln in 1862, estimulando o ensino superior nos estados mais pobres, inicialmente doando terras para a construção de instituição de ensino superior. Ofereceram outros benefícios financeiros e técnicos, priorizando investimentos federais em áreas técnicas importantes e de difícil solução. Os benefícios diminuem com o tempo. Com esse modelo, os estados pobres facilitam nas Universidades Land Grant o acesso de alunos nascidos no estado, que pagam muito pouco. Mas as universidades são pagas e o ensino médio é gratuito.

Leia mais »

Avaliar
Affonso Romano de Sant’Anna
Estado de Minas, publicado em 13 de outubro de 2013
***

A Feira do Livro de Frankfurt chegou ao seu final e os 70 escritores brasileiros que compareceram já retornaram ao Brasil.  Mesmo assim, pela natureza do conteúdo, especialmente no que se refere à análise feita entre a Feira de 2013  e a de 1994 – “há um jogo de espelhos entre a América Latina e a Europa” – consideramos oportuna a republicação neste Blog do artigo de Affonso Romano de Sant´Anna. 

Está chegando ao fim a Feira do Livro de Frankfurt. Amanhã, começam a retornar os 70 escritores brasileiros que aqui vieram. Impossível falar desta feira de 2013 sem me lembrar de 20 anos atrás, da feira de 1994, quando o Brasil foi, pela primeira vez, o país homenageado. Uma coisa é ter vindo agora como simples convidado, outra foi ter participado da organização da mostra em 1994 como presidente da Fundação Biblioteca Nacional.

A lembrança se espraia para coisas que não são pessoais, mas nacionais. Acontece que estávamos aqui, em Frankfurt, quando chegou a notícia de que Fernando Henrique Cardoso havia sido eleito com 54% dos votos. Uma votação espantosa resultante da implantação, no governo Itamar, da nova moeda – o real. Não fosse o êxito da nova moeda, FHC nunca teria sido presidente.

Leia mais »

Avaliar
Números do Ensino Superior
Categorias
Autores
Arquivos
Visitantes
wordpress analytics